Quarto passo para a adequação da empresa à LGPD

Após verificar os níveis de segurança e acesso aos dados dos Colaboradores, é importante também analisar se todos os dados armazenados são necessários às finalidades para as quais ocorreu a sua coleta. Esse é o passo 4ª para a adequação da Empresa à Lei Geral de Proteção de Dados.

            É muito comum que a Empresa armazene dados dos Colaboradores que não mais são necessários, porém que podem eventualmente levar a uma responsabilização nas hipóteses descritas no passo anterior (destruição, perda, alteração, comunicação ou tratamento inadequado ou ilícitodos dados). Ocorre que um dos princípios mais importantes da LGPD é o da necessidade, pelo qual deverá haver a limitação do tratamento ao mínimo necessário à realização de suas finalidades, coletando-se somente aqueles dados pertinentes, proporcionais e não excessivos.

            Nesse sentido, a melhor forma de adequar-se à LGPD é coletando, armazenando e tratando somente os dados pessoais efetivamente necessários. Até porque, lembre-se que outro princípio da LGPD é o da prestação de contas, pelo qual a Empresa deverá demonstrar não só quais dados estão sendo tratados como quais as medidas eficazes à sua proteção.

OUTRAS MATÉRIAS